27 de maio de 2011

Relato de Emerson Elias

Primeira Experiência

Bom, minha avó viajou e estou dormindo na casa dela enquanto estiver fora. Costumo ir para lá à tarde para descansar, já que o ambiente lá é tranquilo para se tirar uma tradicional soneca vespertina. Após terminar de assistir a um filme, me deitei e acabei pegando no sono onde tive um sonho muito estranho, parecia bem real (sonho lúcido). Nesse sonho eu ia no carro com pessoas desconhecidas e de repente o motorista ficava agressivo e corria muito no carro, tanto eu como a pessoa que estava do meu lado no carro ficávamos desesperados e com medo, até que eu me via fora do carro em uma rodovia e nessa rodovia via acidentes, pessoas sendo atropeladas, muita coisa ruim mesmo, parecendo uma daquelas cenas do filme Premonição, em seguida eu despertava, porém, imóvel e travado na cama, achei tudo muito estranho pois nunca tinha sentido isso antes. Comecei a fazer força para tentar me mover, quando comecei a sentir que tinha alguém no quarto, uma presença no mínimo assustadora. Comecei a ficar desesperado, meus batimentos aceleraram, ouvia uns zumbidos estranhos, até que comecei a fazer uma oração para sair daquela situação, quando senti alguém se aproximando, se abaixou e disse com uma tonalidade suave e branda: “Acorda”, enfim, despertei daquele estado, mas logo em seguida peguei no sono novamente, percebi que estava dormindo e mesmo assim se passava muita coisa em minha cabeça até que comecei a ouvir música dentro do quarto, músicas agradáveis, até lembro quais as 2 faixas que eu escutei (Calling all Angels – Lenny Kravitz / My Sacrifice – Creed) e depois acordei novamente e fez-se silêncio no quarto novamente. Nesse dia dormi de peito para cima, e fiquei até com medo de dormir à noite. Comecei a ler sobre o assunto e vi que não sou o único, muitas pessoas passam ou já passaram por isso e como eu já estava sabendo do que se tratava, confesso que mesmo com a experiência um tanto desagradável, fui na tarde seguinte novamente tentar induzir a tal Paralisia do Sono na qual a experiência foi pior que esta primeira. O relato completo da minha 2ª experiência segue adiante.

Segunda Experiência

Cheguei de tarde para tirar o tradicional cochilo, dormir de propósito de peito para cima e esticado, nessa tarde dormi com a porta do quarto aberta, cheguei a cochilar mas logo acordei e por algum motivo, não sei qual, fechei a porta do quarto e voltei a deitar e pegar no sono novamente, aí que começou tudo outra vez. Já sonhando de forma totalmente lúcida, ouvi um barulho no salão da casa, levantei e abri a porta e vi minha tia na casa lavando o salão, achei normal já que ela também tem a chave da casa e voltei a me deitar, pensei “vou voltar a deitar, quando ela subir falo com ela”, depois percebi que minha mãe havia chegado também até que ouvi no banheiro do quarto um barulho e para o meu espanto, saía de lá uma moça com uma criança, estavam em uma toalha, acabaram de sair do banho e na mesma hora minha mãe e minha tia estavam subindo rumo ao quarto e a moça com a criança que não falaram uma palavra comigo, iam saindo do mesmo, até que a moça agradecia minha tia por ter deixado ela usar o banheiro (ou seja, elas se conheciam e eu ali sem entender nada) e quase que imediatamente, BUM, despertei imóvel na cama com os olhos fechados (confesso que fiquei com medo de abrir) e pensei “como já sei o que é, vou me manter calmo para ver até onde vai, mas a calma se transformou em medo quando percebi alguém se aproximando e a cama se movimentando e no mesmo momento parece que aquele ser que se aproximara sentou em cima do meu peito, me causando a sensação de estar afundando na cama e mesmo assim tentei manter a calma o maior tempo possível, quando de repente percebi alguém na cabeceira da cama e para minha surpresa era a tal moça do sonho com a criança no colo, aí que fiquei com medo, ouvi ela falando para o filho, como se tivesse debochando de mim, me criticando, etc. Fiquei assim cerca de 2 minutos. Despertei totalmente e vi que dessa vez foi pior que a primeira. Durante o resto do dia fiquei com um certo incómodo no peito, algo estranho, mas foi uma experiência incrível. Hoje já sei como induzir isso, mas o medo não deixa que eu experimente outras vezes. Enfim, essa foi minha 2ª experiência com a Paralisia do Sono e o Sonho Lúcido. Até ao próximo relato.

Sem comentários:

Enviar um comentário