26 de julho de 2011

Relato de César Coutinho

Só tive uma vez essa paralisia do sono, numa altura de grande stress. Pensei que foi coisa do diabo e não um distúrbio do sono. Aconteceu-me quando acordei de uma sesta e estava uma mulher pequena e muito feia sentada ao meu lado na cama. Surpreendido, pensei que era uma amiga de minha mãe e quando me ia levantar para perguntar quem era e porque estava no meu quarto... reparei que não me conseguia mexer! Tentei gritar por a minha mãe mas nenhum som saiu da minha boca. E assim fiquei paralisado por cerca de um minuto, com a mulher a olhar para mim muito séria, mas sem dizer nada. Senti muito medo e pensei que estava morto! Finalmente, no desespero para me mexer, consegui levantar-me e a mulher já não estava no quarto. Nunca mais esqueci o que me aconteceu, mas agora sei que a ciência explica essas coisas estranhas.

Sem comentários:

Enviar um comentário