20 de fevereiro de 2012

Narcolepsia e Paralisia do Sono

A narcolepsia é um distúrbio do sono que se caracteriza pela irresistível vontade de dormir do paciente. Este, mesmo após ter dormido as indispensáveis oito horas de sono diário, permanece sonolento durante o dia, com evidentes sinais de cansaço. O sintoma mais patente da narcolepsia é mesmo essa necessidade extrema de sono, que acaba por ser confundida, pela sociedade, por preguiça da parte da pessoa afetada.

A paralisia do sono é, muitas vezes, um sintoma de narcolepsia. Isto é comum quando a paralisia do sono ocorre ao adormecer. Nesses casos, existe uma forte probabilidade de o paciente sofrer de narcolepsia. Pelo contrário, quando a paralisia do sono acontece ao acordar, significa que se trata do distúrbio do sono principal, e não apenas de um sintoma de narcolepsia.

A narcolepsia tem tratamento. Por isso, todas as pessoas que sofrem de paralisia do sono ao adormecer devem consultar um especialista do sono. Muitas vezes os pacientes têm tendência a considerar normal precisarem de dormir mais de oito horas por dia, mas a normalidade aí não existe, o que existe é um distúrbio do sono: a narcolepsia. É fundamental distinguir o sono normal do sono anómalo.

3 comentários:

  1. Tenho paralisia do sono desde criança, todo mundo da minha família já sabe, quando começo a emitir gemidos durante o sono, é pq quero ser acordada. Mas um dia, +ou – com nove anos, durante um estado de paralisia, eu chamei muito minha irmã que estava no quintal, mas ela não ouviu e eu sofri muito, então eu levantei da cama, passei pela cozinha e fui até o quintal, cheguei bem perto dela e falei: - pq você não me acordou¿
    Mas ela não ouviu, então percebi que ainda estava dormindo, olhei para o quintal e não voltei para cama, saí pelo portão e vi a rua, fiquei caminhando e olhando, eu sabia que tava dormindo, não estava mais com medo, aí tudo foi ficando cinza e acordei. Nesse momento eu percebi que podia ficar lúcida no sonho. Desde então sou onironauta, e só há pouco tempo eu descobri que outras pessoas tb fazem essa pratica, e que existem literaturas sobre isso, e eu achava que somente eu conseguia fazer isso, pois não conheço ninguém da minha família ou amigos que tem essas experiências. Eu contava muitas dessas experiências para minha mãe, ela até ficava um pouco preocupada, mas meu colegas nunca acreditaram. As sensações são muito reais. A experiência mais incrível que eu tive, foi conseguir sair da Terra, isso mesmo, do Planeta Terra. Eu ejetei como um foguete e vi a Terra ficando cada vez menor, vi a lua a esquerda, o céu era negro, não vi nenhuma estrela, só vi a Terra e a lua . Uma coisa interessante, é que eu, quando estava subindo, tive medo de não poder respirar. Como se eu tivesse limitações biológicas, e isso geralmente não acontece, pois me sinto muito segura nos meus sonhos lúcidos. Então eu fui subindo e não senti nada. Só que não parei de subir , não tive controle dos meus movimentos e tudo escureceu, então acordei e curiosamente eu estava ofegante, como se tivesse parado de respirar. As sensações que tenho nos sonhos são muito reais, tipo: sentir a chuva, a sensação de queda, orgasmos. Mas foi muito curioso eu ter parado de respirar. Mas tudo bem, sei que os onironautas entendem, somente eles.

    É muito bom ter explicações cientificas sobre essas questões.
    Parabéns pelo blog.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho quase todos os dias, já aprendi a lidar, as vezes é bom, outras ruim.

      Eliminar
  2. SOU PORTADORA DE NARCOLEPSIA , E PROCURO CONHECER UM MUNDO NOVO DE POSSIBILIDADES PARA NARCOLÉPTICOS

    ResponderEliminar