16 de março de 2015

Relato de Deolinda Antunes

Uma noite acordei e não me conseguia mexer. Pelo canto do olho reparei que o meu marido abanava a cabeça de um lado para o outro rapidamente. A cabeça dele batia no meu ombro e no outro lado da cama várias vezes por segundo. Senti algo a bater debaixo da cama, como se estivesse a tentar furar o fundo da cama e o colchão. Fiquei desesperada. Pensei que eu e o meu marido íamos morrer. Finalmente tudo parou. Acordei o meu marido e ele disse que não sentiu nada e que eu apenas estava a sonhar. Mas pareceu-me muito real.

De vez em quando continuo a ter episódios deste tipo. Já consultei um médico e ele receitou-me Rivotril para dormir melhor. Mas com esse medicamento fico muito apática durante o dia. Deixei de o tomar e por isso a paralisia do sono voltou. Tenho duas ou três vezes por semana episódios de paralisia do sono. Alguém conhece um medicamento melhor para parar a paralisia do sono?

1 comentário: